Em Gurupi, Kátia Abreu diz que trocará imposto que mata empresas por emprego e que vai industrializar o Tocantins  

  • 17/Mai/2018 15h37
    Atualizado em: 17/Mai/2018 às 15h42).
Em Gurupi, Kátia Abreu diz que trocará imposto que mata empresas por emprego e que vai industrializar o Tocantins   Foto: Divulgação

Após agenda intensa e percorrer os bairros de Gurupi nesta quarta-feira (16), a candidata ao Governo do Estado, pela coligação Reconstruindo o Tocantins Kátia Abreu (PDT), finalizou sua visita a cidade com grande reunião no Setor Malvinas, mais de 1.000 pessoas compareceram ao local para ouvir as propostas da candidata ao Governo e em prol da cidade de Gurupi, a maior da Região Sul.

Reafirmando que está preparada para administrar o mais novo estado brasileiro, Kátia expôs ao público propostas de seu plano de governo ressaltando algumas das prioridades: saúde, segurança, educação e a geração de emprego e renda. Com relação à saúde, lembrou que através de medida parlamentar como senadora destinou, há mais de cinco anos, $R 41 milhões para a construção do Hospital Regional de Gurupi.  “Uma de minhas prioridades é tirar a saúde pública do Tocantins da UTI, terminar a obra desse hospital é uma questão de honra”, pontuou. Juntamente com os outros das outras regiões, Kátia pretende “desafogar a demanda do Hospital Geral de Palmas e fazer um atendimento digno aos pacientes”, disse a candidata.

Em relação à segurança, a candidata disse que as polícias civil e militar serão valorizadas e que entrará em entendimento para aumentar o efetivo nas ruas com implantação de banco de horas e substituindo policiais que estão em serviços burocráticos por jovens treinados que, assim, terão acesso ao emprego e renda. “Precisamos dar oportunidade aos nossos jovens incentivando a permanência na escola e conclusão do ensino médio, acesso ao primeiro emprego e bolsas universitárias para aqueles que não têm recursos e se sobressaírem nos estudos”, pontuou. 

Quanto ao desenvolvimento econômico, Kátia Abreu questionou o porquê de os investidores não virem para o Tocantins e esclareceu: “A carga tributária está matando e afastando o emprego do nosso povo. Eu troco, gente, eu troco o imposto pelo emprego. Tem 15 mil micro e pequenas empresas morrendo por conta da complementação de alíquota, esse imposto absurdo que só existe em dois estados brasileiros. No meu governo passará a existir somente em um, por que eu vou acabar com ele”, garantiu. 

Entre os muitos políticos e lideranças presentes ao comício, o prefeito Laurez Moreira (PSDB), citou amor, a fidelidade e o preparo de Kátia para governar o estado. “Nós até já tivemos divergências e mesmo assim me surpreendi quando ela, senadora, me ligou de Brasília dizendo que tinha recursos para Gurupi. Eu fui lá e ela, que já trouxe tantos benefícios pra nossa cidade, liberou os $R 5 milhões para a construção do nosso grande mercado municipal que já está sendo construído e logo será entregue aos gurupienses”, pontuou o prefeito. 

Kátia também foi prestigiada com a presença do pré-candidato e deputado estadual Osires Damaso(PSC), os vereadores Zezinho da Lafiche (PROS), César da Farmácia (DEM), Wendel (PDT), Cláudio do Trevo (PSB), André Caixeta (PSB), vereadora Marillis Fernandes (PDT), a líder Cristiane Donato, o líder do PDT Jovem Juarez Moreira, o pré-candidato a deputado estadual Gutierres Torquato (PSDB) e lideranças regionais.   
 
Nesta quinta-feira (17), Kátia segue cumprindo agenda de campanha em Araguaína. (Ascom da candidata Kátia Abreu)