Proposta de Amastha de ampliar espaço para a iniciativa privada no CDE agrada a Fieto

  • 16/Mai/2018 22h15
    Atualizado em: 16/Mai/2018 às 22h32).
Proposta de Amastha de ampliar espaço para a iniciativa privada no CDE agrada a Fieto Foto: Adilvan Nogueira

A proposta do candidato a governador da coligação “A Verdadeira Mudança” na eleição suplementar do Tocantins, Carlos Amastha (PSB), de transformar por completo o Conselho de Desenvolvimento Econômico (CDE), dando a ele poderes deliberativos e ampla maioria do setor privado agrada a Federação das Indústrias do Tocantins(Fieto) e os empresários do Estado.

Amastha detalhou a proposta em reunião com os industriais e outros empresários na manhã desta terça-feira, 15 de maio, na Fieto.

Conforme o candidato, a situação já ocorre em Palmas, onde a prefeitura tem apenas 3 das 21 cadeiras existentes no órgão. Além disso, o candidato quer que o órgão tenha plenos poderes de decidir as políticas de investimentos e avalie qualquer medida que o governo venha implantar sobre eventual mudança tributária.

“Agrada, sim. O conselho já existe, mas tem que ser bem melhor regulamentado. O conselho tem que ser aprimorado para que ele funcione com maior efetividade”, destacou o presidente da Fieto, Roberto Pires.

O presidente da Fieto elogiou a ampla participação do empresariado na reunião, dizendo que ela superou as expectativas e, questionado, salientou que Amastha estava muito bem preparado para o encontro, sabendo de detalhes da Sondagem Industrial promovida pela própria Fieto e da economia do Estado.