Prefeitura de Palmas alerta sobre importância da vacinação contra o Influenza

  • 14/Mai/2018 13h33
    Atualizado em: 14/Mai/2018 às 13h34).
Prefeitura de Palmas alerta sobre importância da vacinação contra o Influenza Foto: Divulgação

Faltando 18 dias para o encerramento da Campanha de Vacinação contra Influenza, no próximo de 1º de junho, a Prefeitura de Palmas alerta as pessoas dos grupos prioritários que ainda não se vacinaram para que procurem um Centro de Saúde da Comunidade de referência para se vacinarem.

Em Palmas, a campanha começou em 19 de abril, e desde então, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), até o último sábado, 12, Dia D da campanha de vacinação, 42.631 pessoas haviam sido vacinadas. A meta estipulada para Palmas é de 54.424 pessoas, faltam, portanto, 14.793 pessoas para atingir a meta.
 
De acordo com dados da Semus, o único grupo que atingiu a meta, e até ultrapassou, foi o dos trabalhadores na saúde. A meta era 6.654 pessoas e foram vacinadas 7.805. No grupo de idosos, 93,14% já se vacinaram, o equivalente a 9.852 pessoas, faltam imunizar 726. Já no grupo de doenças crônicas, 8.751 se imunizaram, o que equivale a 89,03% da meta, restam 1.079. No grupo de gestantes a meta é 3.641, já se vacinaram 2.056 (56,47%), restam 1.585. No grupo de professores a meta é 3.400, foram imunizados 2.428 (71,42%), restam 972. No grupo de puérperas a meta é 599, foram imunizadas 400 (66,8%) e restam 199. Já no grupo de crianças menores de cinco anos, apenas 9.593 foram imunizadas, o equivalente a 48,3% da meta que é 19.825, faltam imunizar 10.232 crianças.
 
“O Ministério da Saúde pactua que alcancemos 90% da meta de cada grupo prioritário. Sendo assim, no grupo de idosos já atingimos a meta do Ministério. Mas aqui no município, a meta é sempre atingir os 100% do público-alvo”, explica a gerente da Central de Vacinas da Semus (Cemuv), Elaine Katzwinkel.
 
Elaine ressalta que entre os grupos prioritários o que mais preocupa são o das crianças menores de cinco anos. “A preocupação maior é com as crianças menores de cinco anos, por isso a gente pede aos pais para que levem seu filho para vacinar e assim protegê-lo contra o vírus Influenza”, ressalta.
 
A gerente informou ainda que a Cemuv vai solicitar aos Centros de Saúde da Comunidade que procurem os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) de suas áreas de abrangência para imunizar as crianças. “A maior parte desse público de menores de cinco anos estão nos Cmeis, por isso, vamos pedir aos nossos vacinadores que entrem em contato com os Cmeis para que avisem aos pais que vai ter vacinação no encerramento da aula e assim garantir a imunização dos pequenos”, explicou.