Prefeitura anuncia criação de dois museus em Palmas

  • 04/Abr/2018 13h37
    Atualizado em: 04/Abr/2018 às 13h49).
Prefeitura anuncia criação de dois museus em Palmas Foto: Divulgação/Secom/Palmas

Na véspera da renúncia ao cargo de prefeito da capital, na noite da segunda-feira, 2, o gestor Carlos Amastha assinou decretos criando o Museu Municipal a Céu Aberto Senador João Ribeiro, que visa recuperar e conservar o patrimônio cultural de Palmas, e ainda o Museu do Parque dos Povos Indígenas, que contará com um monumento com imagens fotográficas, réplica do Cubo da Matéria do Museu do Amanhã, localizado no Rio de Janeiro (RJ).

Segundo o presidente da Fundação Cultural de Palmas (FCP), Hector Franco, o Museu a Céu Aberto Senador João Ribeiro será um complexo instituído para exibição de construções, símbolos e artefatos de valor artístico não abrigadas em edifícios. “Será um espaço de convivência integrado de cultura e arte. Contará com ciclovia, pista para caminhada e muito mais”, disse.

O Museu a Céu Aberto busca incentivar as diversas formas de expressão artística, em especial as esculturas ao ar livre, como também manter objetos histórico-culturais, além de ser um palco aberto para a manifestação das artes e construção da cultura palmense. Visa ainda incrementar o resgate da memória palmense, por meio de campanhas de doação de fotos, documentos e impressos, bem como outros elementos culturais, além do registro de depoimentos orais de significação histórica, a fim de ampliar o universo das fontes para o estudo do Município de Palmas, informa a FCP.

Já o Museu do Parque dos Povos Indígenas será um espaço de exposição artística permanente, onde o visitante também terá a oportunidade de conhecer de perto uma réplica do Cubo da Matéria, criada pelo Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Por meio de uma visita virtual, os visitantes poderão saber mais sobre o planeta e a maneira como ele é impactado pela ação do homem.

O monumento

O Cubo da Matéria possui dimensões de aproximadamente 5m x 5m x 5m, inspirada no percurso narrativo da exposição principal do Museu do Amanhã. A instalação traz diversas imagens do planeta Terra em fotografias espaciais do Planeta Azul, capturadas pela Nasa, a agência espacial americana.