Dia D ressalta combate ao preconceito aos portadores de epilepsia

  • 25/Mar/2018 18h38
    Atualizado em: 25/Mar/2018 às 18h47).

 

O dia D de combate ao preconceito aos portadores de epilepsia é lembrado mundialmente esta segunda-feira, 26. Movimentações em várias cidades do mundo pretendem dar visibildiade às dificuldades  vividas pelas pessoas portadoras desta doença, ressaltando-se o respeito, proteção e cuidados voltados a estes cidadãos.  

A epilepsia é caracterizada por descargas elétricas anormais e excessivas no cérebro que provocam movimentos involuntários, as chamadas convulsões.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 50 milhões de pessoas convivam com a doença em todo o mundo. No Brasil, cerca de 4 milhões de pessoas têm epilepsia.

A Lei n° 5625/2016 institui o Programa de Prevenção à Epilepsia e Assistência Integral às Pessoas com Epilepsia, garantindo tratamento gratuito através da rede pública de saúde. O fornecimento de medicamentos de alto custo, como o canabidiol, está assegurado pela lei.

Com o medicamento adequado, em 80% dos casos a pessoa com epilepsia pode ter uma vida normal, sem crises convulsivas.(Agência Brasil)