Inscrições para Olímpiada em História do Brasil poderão ser feitas até 24 de abril

  • 13/Mar/2018 21h21
    Atualizado em: 13/Mar/2018 às 21h23).

Professores e estudantes de todo o país já podem se inscrever na décima edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil. Realizada pela Universidade de Campinas, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq), a competição envolve professores de história e alunos do oitavo e nono anos dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares. A Olimpíada é o tema do programa Educação no Ar, produzido pela TV MEC e transmitido semanalmente pela TV NBR. A edição desta quinta-feira, 8, apresenta o trabalho de Douglas Braga, professor do Colégio Militar de Brasília que coordenou nos últimos dois anos a equipe do Distrito Federal melhor classificada na competição.

A competição terá seis fases com provas on-line. A sétima e última etapa será realizada em Campinas (SP), nos dias 18 e 19 de agosto. As equipes, formadas por um professor e três alunos, devem se inscrever até 24 de abril. No ano passado, a disputa reuniu mais de 48 mil estudantes.

Braga conta que a olimpíada trouxe mudanças visíveis à rotina dos estudantes. “Além de alguns alunos terem desenvolvido o gosto por estudar, por ler história, especificamente, uma questão fundamental que percebemos foi o trabalho em equipe. Eles levam esse aprendizado para a vida toda”, ressalta o professor.

Mas não somente os jovens saem ganhando com a competição. Ao longo do tempo, docentes e escolas conseguem aplicar em suas instituições melhorias decorrentes da Olimpíada em História. “Temos buscado incorporar novos métodos de ensino. O colégio segue o ensino por habilidades competentes, tentando favorecer a educação contextual, interdisciplinar. E a Olimpíada valoriza muito isso. Ela valoriza a contextualização e o diálogo com outras disciplinas, e vimos buscando incorporar isso em sala de aula”, exemplifica Douglas Braga.