PV cria Conselho Político para decidir rumos da sigla nas próximas eleições

  • 09/Fev/2018 15h20
    Atualizado em: 09/Fev/2018 às 15h24).
PV cria Conselho Político para decidir rumos da sigla nas próximas eleições Foto: Divulgação/PV

Em reunião realizada na noite desta quinta-feira, 8, em Palmas, o Partido Verde no Tocantins decidiu criar um “Conselho Político” para deliberar sobre os rumos da Sigla nas próximas eleições. Na ocasião, também foi apresentado um projeto do PV Jovem e do PV Mulher que percorrerão o Estado em busca de fortalecimento do Partido.

A presidente regional do PV e vice-governadora, Cláudia Lelis destacou a agilidade do partido no processo eleitoral ao afirmar que “mais uma vez o PV sai na frente em relação ao período eleitoral. Hoje foi criado o Conselho Político que vai realizar um trabalho nas cinco regionais do Estado, juntamente com os nossos delegados, para decidir quem serão os nomes do PV para as próximas eleições. Será um trabalho sério, feito com base em pesquisas e ouvindo os nossos companheiros sobre o caminho que o PV irá percorrer nessas eleições, além de decidir sobre a composição que iremos fazer”, afirmou.

Cláudia Lelis disse também que “os nomes que irão compor o Conselho serão apresentados já no próximo mês em um grande evento de filiação que será realizado aqui em Palmas e que trará grandes novidades para o nosso partido. Logo após esse evento, os membros do Conselho iniciarão os trabalhos, juntamente com os nossos delegados, trabalho este que reunirá todos os elementos necessários para tomarmos as nossas decisões em busca de mais espaço”, afirmou a vice-governadora, ressaltando que “vamos decidir juntos e a meta do PV é manter o espaço na chapa majoritária, eleger no mínimo dois deputados estaduais e um federal nas eleições deste ano”.

Ainda segundo Cláudia, “o momento é oportuno para colocarmos os nomes que pretendem concorrer ao pleito, vamos reunir nossos delegados para que cada um possa colocar os nomes da sua região, faremos isso com pesquisa e unidade e com nossa união vamos mostrar nas urnas o que somos capazes de fazer”.