Assembleia discute situação da Educação tocantinense em Audiência Pública

  • 20/Ago/2015 15h22
    Atualizado em: 20/Ago/2015 às 15h25).
Assembleia discute situação da Educação tocantinense em Audiência Pública Foto: Foto: Clayton Cristus/ Assembleia Legislativa

Na manhã desta quinta-feira, dia 20, uma audiência pública que discutiu a pauta dos servidores da educação estadual, em estado de greve há 75 dias, aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa.

O encontro foi solicitado pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), José Roque, na última segunda-feira, 17, em reunião com o presidente da Casa de Leis, deputado Osires Damaso (DEM), que atendeu ao pedido e se dispôs a mediar as negociações com o Governo.

Wanderley Barbosa, como presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto, presidiu a sessão. Segundo o parlamentar, o objetivo do ato é abrir o debate, que se encontra travado entre a categoria e o Executivo.

Ao apresentar as demandas da categoria, Roque, afirmou que o investimento de 30% do PIB estadual na educação é uma das reivindicações do movimento paredista. “Atualmente, nem os 25% obrigatórios são investidos, o que tem dificultado o bom andamento da educação no Estado”, afirmou.

O líder sindical recusou a proposta, feita pelo Governo, de pagamento dos direitos dos educadores no ano de 2016. Cerca de 300 servidores estão no auditório e cantam palavras de ordem contra o Governo.

(Com informações da Assembleia Legislativa)