Educação

ETI Almirante Tamandaré será modelo para Escola da Marinha no Rio de Janeiro

07/08/2017 11h17 | Atualizado em: 07/08/2017 11h21

Divulgação Secom/Palmas
O representante da Comissão de Desportos da Marinha do Rio de Janeiro (CDM), Capitão José Firmeza Simões dos Reis, esteve em Palmas para conhecer a estrutura da Escola de Tempo Integral Almirante Tamandaré, na Arse 132.

Conforme Reis, a visita tem por objetivo colher subsídios e sustentação para a implantação da futura Escola Integrada Marinha do Brasil na Capital Carioca. “Quando assisti ao vídeo da ETI Almirante Tamandaré, fiquei impressionado e decidi conferir de perto. Temos a intenção de construir dentro do nosso Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN/ RJ), uma escola de tempo integral com características muito parecidas com essa aqui de Palmas”, disse o Capitão José dos Reis.
 
A estrutura física e proposta pedagógica da ETI Almirante Tamandaré, com suas salas de aula personalizadas com adesivos nos fundos, contando parte da Literatura, História e Geografia do Brasil, impressionou o Capitão da Marinha, José Reis. “Dizeres e frases nas salas de aula e em três idiomas - inglês, espanhol e português - realçam valores e princípios para as crianças”.
 
Inaugurada no dia 27 de junho, a ETI Almirante Tamandaré é resultado da parceria de Cooperação Técnica firmada entre a Prefeitura de Palmas e Marinha do Brasil, que juntos administram a mais nova unidade escolar da Capital.

Bastante satisfeito, o secretário da Educação Municipal de Palmas, Danilo Melo, elogiou a atitude do Comando da Marinha do Rio de Janeiro em enviar um representante para conhecer a parceria feita em Palmas. “Projeto consolidado, modelo de inspiração e implantação para outros lugares do Brasil. É o entendimento de que estamos no caminho certo”, afirma Danilo.
 
A nova escola conta com tecnologia e projetos inovadores. Destaque para o sistema de captação de água pluvial, para aproveitamento na limpeza e irrigação do seu paisagismo. Também já foi assinado contrato para instalação de 160 placas de captação de energia na escola, que poderá gerar uma economia de aproximadamente R$ 5 mil por mês.
 
Para o diferencial pedagógico foi adotado a Educação Trilíngue, para o ensino da prática dos idiomas inglês e espanhol como um dos grandes diferenciais dos conteúdos curriculares ofertados. (Com informações da Secom/Palmas)