Carta ao Salomão

Palanque inaugura nova fase da campanha

17/09/2016 17h36 | Atualizado em: 15/09/2016 17h40

Divulgação
Eleições 2016

A partir desta sexta-feira, 26, a campanha eleitoral deve ganhar novos contornos e seguramente mais emoções. Começou o horário eleitoral no rádio e na televisão, o palanque eletrônico, considerado o espaço mais disputado das eleições, que tem poder de decidir o pleito. Será também a disputa dos marqueteiros e suas estratégias de construir uma boa imagem do candidato e desconstruir a dos seus adversários.
O palanque eletrônico ficou menor, 10 minutos por dia ao todo, com duas veiculações à tarde e à noite. Conforme distribuição do tempo realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a Frente por Palmas, formada pelos partidos PP, PV, PMDB, PSDC, PMD, PRTB, PHS e PPS, encabeçada pela candidata Cláudia Lelis tem o maior tempo: 3,9m.

Em segundo lugar vem a coligação Coragem para Fazer Diferente, encabeçada pelo candidato Raul Filho e formada pelos partidos PR, PPL, DEM, PTN, PT do B, PSD, PDT e PSC que tem o tempo 2’32m. A coligação Palmas Bem Cuidada formada pelos partidos PSB, PSDB, PC do B, PMN, PSL, PRP, PTB e PTC do prefeito Carlos Amastha tem o mesmo tempo, 2’32m. O candidato Sargento Aragão (PEM) tem apenas 14s. Já a coligação Avançar a Unidade Popular (PT e PSol) encabeça pelo candidato José Roberto tem 1’30m.
O Diretório Estadual do Psol no Tocantins deu entrada no registro de candidatura de Cassius Assunção à prefeitura de Palmas, mas o registro ainda encontra aguardando julgamento e não foi divulgado tempo de programa eleitoral do candidato.

O programa de rádio e TV da candidata Cláudia Lelis será assinado pelo marqueteiro Marcus Vinicius que comandou a campanha vitoriosa do governador Marcelo Miranda. O marqueteiro ainda não adiantou o que pretende fazer, mas pelo discurso da candidata o programa deverá reproduzir sua estratégia de campanha que priorizou o combate ao prefeito Carlos Amastha (PSB).

O candidato Raul Filho faz campanha de forma intensa, mas não consegue se livrar da indefinição. O candidato está sendo acompanhado pelo marqueteiro Paulo Faria da Casa Brasil, o mesmo que atuou nas campanhas vitoriosas do ex-prefeito, eleição e reeleição. Faria deverá explorar as realizações positivas do ex-prefeito como a escola de tempo integral e os Cemeis e confrontar com as ações de Amastha, aproveitando a condição de ser o candidato que pode desbancar o prefeito.

O prefeito Amastha é o que está mais adiantado nesta fase da campanha. Será acompanhado pelo marqueteiro Marcelo Silva da agência Public, responsável pela sua eleição. É de se esperar um show de imagens bem produzidas e depoimentos emocionais e o mesmo discurso direto do prefeito Amastha. Resultado do trabalho da agência junto à gestão. José Roberto (PT) e Sargento Aragão (PEM) dispõem de pouco tempo no horário eleitoral, tão pouco que dispensa o trabalho de um profissional de alto custo no mercado neste período.

O certo é que para a maioria dos eleitores a campanha começa de verdade a partir do início do horário eleitoral que pode definir o seu rumo. Os marqueteiros ensinam que quem for mais real, mais sincero e convincente pode conquistar a simpatia do eleitor, e se, não cometer nenhuma bobagem até o fim da campanha, pode conquistar o voto e se eleger. É essa a disputa que vamos assistir de casa nós próximos 35 dias de campanha. Só o eleitor pode dizer o que vai acontecer.


Cassius Assunção foi registrado pelo diretório estadual do PSOL como candidato próprio à Prefeitura de Palmas. Porém, na página de divulgação de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até as 15h desta segunda-feira (22), o registro ainda apresentava a situação de aguardando julgamento. Nos tempos da propaganda eleitoral não foi divulgado tempo para o candidato.